autenticação

ENTRAR

o mecanismo de autenticação federativa garante que as credenciais nunca são disponibilizadas a entidades externas. (integrado com o utilizador universal UA)
(mais informação)
Sistema de Garantia da Qualidade do Ensino

A partir de meados da década de noventa, a UA colocou as questões da qualidade como uma prioridade institucional, dando passos no sentido da promoção de uma cultura da qualidade na Universidade.

O Sistema de Garantia da Qualidade do Processo de Ensino Aprendizagem na UA (SGQ_ensino) é a parte do Sistema Interno de Garantia da Qualidade (SIGQ) que porventura cobre uma das mais complexas atividades das universidades - o processo de ensino-aprendizagem.

O impulso inicial no desenvolvimento do SGQ_ensino surge na sequência de profundas alterações no sistema de ensino superior em Portugal (a implementação do Processo de Bolonha, a aprovação do Regime Jurídico da Avaliação do Ensino Superior e a criação da Agência de Avaliação e Acreditação do Ensino Superior), e dos resultados do último processo de avaliação externa, pela European University Association, a que a UA se submeteu em 2007, que apontaram para a necessidade de reforçar os mecanismos de garantia da qualidade.

Desde então, a UA tem vindo a consolidar o seu SIGQ, desenvolvendo os mecanismos que garantam a melhoria contínua dos processos internos de funcionamento da instituição, com resultados efetivos na melhoria da qualidade do ensino.

Desta forma, o SGQ_ensino reproduz os mecanismos para monitorização do funcionamento da função de ensino-aprendizagem, abrangendo todos os níveis de formação (desde os CTESP até ao 3ºciclo), partindo da base da estrutura – a unidade curricular, passando pelo curso e unidade orgânica, até ao nível da instituição como um todo.
notícias
Sunset Hackathon decorre no Cais Criativo da Costa NovaA segunda edição do Sunset Hackathon 2018, que decorre de 7 a 9 de setembro, no Cais Criativo da Costa Nova, traz uma novidade! Os profissionais, professores ou makers que não se inscreveram no evento, podem participar nos oito workshops que são realizados no âmbito da iniciativa. Inscreva-se até 4 de setembro e aprenda a trabalhar com BITalino, Arduino, Raspberry Pi, Python, ESP8266 (IoT), CNC's, modelação e impressão 3D e a fazer conversão polimérica com moldes de silicone.
Cancro da mamaUm grupo de investigadores da Universidade de Aveiro (UA) e do Centro de Investigação em Tecnologias e Serviços de Saúde (CINTESIS) querem conhecer a opinião das mulheres que sobreviveram a um cancro sobre as informações que receberam no decurso da doença. Para isso, os investigadores pedem a todas as mulheres com idades entre os 18 e os 40 anos e que venceram um cancro da mama ou do aparelho ginecológico, que respondam a um questionário online.